Os padrinhos: Claudio e Ticha

AMO essa foto bem “final de casamento” rsrsrsrs

Não sei nem como começar a descrever o Claudio e a Patricia (vulgo Ticha)…Eles são meus amigos queridos, minha segunda família (sabe aquela família que você escolhe?!), um exemplo de companheirismo e amor, e sem dúvida, estão lá na minha listinha de “My favorite couples,” afinal, eu os apresentei, né?! rsrsrsrs

Conheci o Claudio logo no primeiro ano de faculdade. Nós éramos os únicos brasileiros da turma, então a afinidade foi rápida. Pouco depois, conheci a Patricia, através da Kris, apesar de que, nenhuma das duas se lembram disso (é que a irmã da Ticha estudava na mesma faculdade da Kris, e ao visitar a Kris uma vez, peguei a info de contato da Ticha, que era um ano mais velha do que nós em Columbia…). Apresentei os dois e o resto é história.

Os dois são meus amigos do peito. Claudio e eu moramos juntos durante uns 5 anos…4 anos nos mesmos prédios e um ano no mesmo apê, aonde ele era o único menino no meio de 5 mulheres! Tadinho…

Tá vendo esse mini shampoo e esse saboneteira?
Esses eram os itens do Claudio no banheiro. O resto tudo pertencia as 5 mulheres.
A gente tentou explicar várias vezes que mulher não usa só shampoo e sabonete…

Já a Ticha me acolheu durante meus primeiros anos em Nova York. Ela era a única brasileira que conhecia que tinha família em NY, então passei Pascoa, 4 de julho e até um Natal na casa dela. Mas muito mais que isso, sempre que precisava de conselho de amiga, de um ombro para chorar, e de alguém para me fazer rir, lá estava ela. Alegre e alto astral, sempre me levantando!

Depois de um jogo do NY Knicks algumas semanas antes de eu voltar a morar no Rio em dezembro de 2005.

Além de serem meus amigos queridos, amigos de verdade, e minha família por escolha, eles são uma fonte de inspiração. Acho que nunca vi os dois brigarem, sempre estão de bem com a vida, e são pessoas lindas, que conquistam todo mundo.

Mas muito mais do que isso, os dois são um exemplo de amor, pelo seguinte: apesar de começarem a namorar na faculdade e ficarem juntos durante cinco anos em NYC, em 2006 a Ticha recebeu uma oferta de emprego em Hong Kong. Isso mesmo, lááá do outro lado do mundo. Muitos homens iriam implicar e reclamar com uma mudança dessas, mas não o Claudio. Ele deu a maior força e a encorajou para se mudar para Hong Kong, sabendo que essa oportunidade era única, e que o amor deles era bem mais forte do que mera distância.

Última vez que nós 3 estivemos juntos em NY, em junho de 2006

Foi um ano assim: Hong Kong-Nova York…Foi difícil, pois depois de se verem todos os dias durantes 5 anos, tiveram que aprender a viver longe um do outro. Passado esse primeiro ano a distância, o Claudio recebeu uma oferta na Suiça, e lá foi ele…e o relacionamento se tornou Hong Kong-Zurique.

Visitando o Claudio em Zurique em 2009
(o Claudio é o de camisa azul marinho, o outro rapaz é um amigo dele).
Reparem que ele está sentado, eu estou em pé, e somos da mesma altura…o Claudio tem 2 metros de altura!

Mais um ano assim…Durante essa temporada, eles encontraram maneiras criativas de se verem, se encontrando na metade do caminho ou então até no Brasil (a última vez que nós três nos encontramos antes do casamento deles foi em março de 2008 no Rio…por sorte estávamos os três visitando nossas famílias lá ao mesmo tempo…foi nessa época até que eles conheceram o Thiago.)

Até que no final de 2008 (e depois de muita pentelhação da minha parte…já que estava na torcida organizada desse relacionamento há uns cinco anos…), o Claudio pediu a Ticha em casamento. Foi um pedido particular, íntimo e fofo, do jeitinho deles. E eles começaram a coordenar uma convergência para o mesmo local geográfico…Ela conseguiu transferência para Londres, que não é do lado da Suiça, mas pelo menos fica no mesmo continente…E assim dava para eles se encontrarem fim de semana sim, fim de semana não. Bem melhor do que Hong Kong-Suiça, mas ainda não era o ideal…

Visitando a Ticha em Londres em 2009
Umas duas semanas antes de visitar o Claudio em Zurique

Foi mais um ano assim…Londres-Zurique…o tempo todo o Claudio tentando encontrar emprego em Londres, mas com a crise financeira, a situação não estava favorável. Até que poucas semanas antes do casamento deles em abril desse ano, o Claudio conseguiu transferência para Londres. E é lá que hoje eles moram juntinhos, em um apartamento ultra fofo, e são super felizes, do jeitinho que tinha que ser!

Toda vez que alguém reclama comigo que tem um relacionamento a distância, que isso é difícil, etc., eu conto a história desse meu casal predileto. Foram 5 anos de namoro no mesmo bairro, bem pertinho, e depois 4 anos de namoro em continentes e países diferentes! Eles são prova de que, se o amor for verdadeiro, ele consegue driblar até a distância de 13 mil quilometros, 12 horas de diferença, e 16 horas de vôo. Ou seja, se você acredita no seu relacionamento, no seu amor, e não é egoísta com o outro, dá para ter um relacionamento (de sucesso!) a distância. E toda vez que fico xoxinha porque moro em DC e o Thiago está em Chicago, me lembro da história dos dois, e por mais piegas que isso soe, encontro uma fonte de inspiração no amor deles!

E essa história toda é para contar que, por serem uma fonte de força, de amizade, e de amor para mim, (além de mais de mil motivos que não cabem em um post só), quero meu favorite couple pertinho de mim no altar no meu dia especial!

Ah, depois fui descobrir que a gente vai se casar no mesmo dia que os pais do Claudio (que, é claro, são nossos convidados) se casaram há 35 anos atrás!!! 2 de julho tem potencial!!!

Nós quatro em Covington Garden em Londres
Postado em Sem categoriaCom a tag

18 comentários sobre “Os padrinhos: Claudio e Ticha

  1. Olá

    Nossa q história linda, e o mais lindo é q é real né…o amor deles superou todas as barreiras.
    Esse amor foi construído na rocha, é forte e resistente nada pode derrubar né, q lindos!

    Bom dia pra vc

    Beijos

    Curtir

  2. Como eu adoro ler, com o carinho que vocês escreve das pessoas que você ama, é tão lindo =D

    Adorei conhecer mais um padrinho, e que historia de amo linda a deles ein, superar a distancia e tudo mais 😉

    Um lindo dia Querida

    Beijos
    ;**

    Curtir

  3. realmente, relacionamento à distancia nao é fácil, mas o amor faz qualquer coisa para superar as dificuldades e no fim os sacrifícios fazem com que a conquista de viver juntos sejam ainda mais recompensadora!
    Este é um belo exemplo de como amor, respeito e um pouco de paciência faça a diferença na vida de qualquer casal!

    Curtir

  4. História linda!!
    Juro q me emocionei, pq eu moro no mesmo bairro do meu noivo e por mts vezes não temos tempo de ficar juntos, imagina a dificuldade desse casal….ótima escolha de padrinhos!!

    Bjus!!

    Curtir

  5. Helen, amiga querida, Nos emoncionamos ao ler nosso historia contada pela nossa madrinha muito querida. Podemos dizer que desde o comeco da nossa amizade, tb sentimos esse mesmo carinho por voce, e mais recentemente pelo Thiago (but he has to remember that he needs to take good care of you, or else he has us to answer to!). Voce sabe que voce pode sempre contar conosco (mesmo long distance – we're good at that!) Estamos muito felizes e honored de fazer parte do seu casamento. Muitos beijos!

    Curtir

  6. Amei a história dos dois!!!
    Nossa, 4 anos… O meu caso foi/é fichinha perto do deles. Rafa ficou só 6 meses na França e agora está há um ano em Goiânia.
    Também vou lembrar dessa história para sempre. hehe

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s