Não tem preço…

Em geral, as americanas sonham com um pedido de casamento bem específico: é um pedido que envolve uma caixinha azul turquesa (i.e. Tiffany) acompanhada da regra de dois: o anel deve custar o equivalente de dois meses de salário do noivo.

Mito ou não, apesar de ter “virado gente” aqui, admito que nunca sonhei com um solitário. Sempre disse que preferia muito mais o esquema brasileiro: noivo e noiva usam aliança. Acho muito melhor do que me distrair com um solitário (uuuuu! SHINY!) e ter o noivo zanzando por aí sem aliança no dedo…Gosto da igualdade da aliança de noivado “versão brasileira Herbert Richers.”

Por isso, quando começamos a ver alianças, além do orçamento de doutorando apertadinho, sabia que preferia ter alianças bacanas de casamento (uma para mim, outra para ele) e usá-las na mão direita durante o noivado ao invés de solitário. Até que…minha mãe falou que poderia ter um pequeno brilhante que era do meu bisavô. O brilhante era um broche de gravata do meu bisavô. Conceito estranho de hoje em dia, mas algo assim ó:

Fomos em uma loja no Rio ver quanto custaria “encaixar” o brilhante em um anel, mas achei MEGA caro! (e nem seria em uma aliança de platina, mas de ouro branco, que dá mais trabalho, já que eventualmente vai “amarelando”) Resultado: trouxemos ele do Brasil para DC, e começamos a procurar alianças e lojas que deixassem encaixar o brilhante (para as curiosas, Tiffany’s não deixa…), assim como alianças de casamento.

Obs: aqui nos Estados Unidos, as alianças de noivado combinam com as de casamento, e a noiva usa as duas depois de casada, assim:
(depois de casada, se coloca a de casamento primeiro, e a de noivado vai por cima, já que a de casamento deve ficar “mais próxima” ao coração…essas aí são BEM mais poderosas que as minhas…rsrsrs) 
Vocês devem estar pensando: Ah, aquele papo de “ninguém me distraí com um SHINY” era história para boi dormir…o Thiago escapou fácil, fácil! NADINHA DISSO!!!
Quando fomos comprar as minhas alianças, também compramos a de casamento dele (para ser usada durante o noivado). Não tem esse papo de me enganar não! O Thiago está usando a aliança dele na mão direita, como pede a tradição de noivado brasileira (tá, tudo bem que, como ele não está acostumado a usar anel, acabou tirando a aliança para para tomar banho e esqueceu em Chicago durante as duas semanas que passou em DC no verão…então ficou sem…e vira mexe ele ainda esquece em cima da bancada do banheiro…mas essa desculpa não cola mais não! rsrsrsrsr) 
No início, tentamos ver alianças que combinassem, mas se combinar duas alianças é difícil, imagina combinar três?! Eu gosto de anel fininho, ele de anel grosso. Eu prefiro um look mais clássico, ele um look mais moderninho. Acabamos comprando a que cada um gostou e pronto! Saimos os dois super felizes com nossas comprinhas e pedimos para colocarem o brilhante. Ficou LINDO!!! AMEI! Foi o segundo melhor presente que o Thiago já me deu. 
Querem saber qual foi o melhor presente que ele me deu? 
Não tem preço!!! 

16 comentários sobre “Não tem preço…

  1. Nossa, não sabia que tinha regras para o anel de noivado americano, como a caixinha azul e o anel custar 2 meses de salário do noivo.
    Eles são mesmo muito lindos, mas assim como você, prefiro a tradição brasileira, que os dois usam a aliança.
    Bjus =*

    Curtir

  2. aaah… tava esperando uma foto das alianças no final! rs!

    isso de você ter usado o brilhante do seu avô com certeza tornou tudo ainda mais especial! também acho besteira essa história de anel de noivado, tem muita gente aqui que usa isso, mas acho um gasto desnecessário! e sou que nem você, não quero meu noivo dando sopa por aí sem aliança não! mas confesso que eu sou mais esquecida que ele, outro dia eu que saí de casa sem aliança e ele me olhou de cara feia! rs!

    beijocas!

    Curtir

  3. Oi Helen!!
    Primeiro de tudo,obrigada pelas dicas de “desmaio”… se acontecer de novo (Deus queira que não) ja sei como agir!!

    Ah, adorei saber os costumes das americanas em relação a aliança… não sabia!

    Ameiii o melhor presente que seu noivi te deu!! Esses pequenos são nossas vidas ne?! Tb amo os meus!!

    beijokas e bom fds

    Curtir

  4. há tempos eu e o carlo tínhamos decido mandar fazer 2 alianças para usarmos (antes mesmo do pedido oficial), mas o tempo passou e nunca resolvemos o design.. ! aí ele me pediu em casamento e me comprou o anel de noivado (aqui na Itália a tradição é parecida com as dos EUA)..
    agora vamos escolher as alianças de casamento, mas já sei que não vamos fazer alianças que combinem pelo mesmo motivo que você expôs (temos gostos diferentes..)
    por enquanto meu noivo anda por aí sem aliança 🙂 mas aqui ninguém entende mesmo o que é a aliança na mão direita…

    Curtir

  5. Que história bacana!
    Eu cresci sem a versão herbert richers, meu sonho era um tiffanys na mão direita =)
    Agora eu uso ele na esquerda, mas por baixo da aliança de casamento, pq tenho medo dele cair rsrs
    O problema é que infelizmente não me sinto segura pra usar em qq lugar auqi no Rio. As vezes tiro dependendo do bairro onde vou.
    E a minah aliança é igual à do noivo, da natan, mas a minha é mais fina, tt pq minha mão é menor cm pq uso com o anel, então fica too much.
    bjs,

    Curtir

  6. O meu noivo me deu um solitario como anel de noivado e ele tambem usa uma aliança. Como eu tenho os dedos bem finos, ta bem dificil achar uma aliança que combine com a de noivado e que nao fique grossao!!Porque como vc eu gosto de coisa mais delicada.
    Nao sabia que ai tinha q ser 2 salarios,achei bem estranho eles estabelecerem um preço!!heheh

    Mas como vc eu nao acho que o valor é importante, o bom eh o sentimento!
    E seu caozinho eh lindo!!

    bjo

    Curtir

  7. O meu anel de pedido foi um anel de pedra – uma Alexandrita – em formato de baguette com brilhantes em volta. Usava na mão direita com o anel de comprimisso (Prata vagaba). Aí compramos a aliança – a minha mais fina e com um brilhinho e a dele mais grossinha – e o anel foi para a mão esquerda.

    Eu sempre brigava com o marido que se ele não deixava eu usar o anel de noivado com a aliança, que então me desse um solitário. Aí no Natal depois de casada ganhei meu “SHINY” como você diz. Só que eu não fiz questão de valor e sim de tamanho =P

    Beijo!

    Curtir

  8. Oi, Helen! Nossa, adoro jóias, é o meu bem de consumo supérfluo preferido. hahaha. Por confusões minhas e dele, ganhei vários anéis/alianças de casamento, mas a que mais gosto é a aliança de casamento de diamantes e rubis (rubi é minha pedra preferida) que ele me deu um dia antes do nosso casamento em 2008. Também tenho o solitário de diamante com a aliança de casamento também de diamante para serem usadas juntas, combinando, como você explicou muito bem no seu post. No fim, eu não sou fiel a nenhum desses anéis e simplesmente não consigo me imaginar usando full time nenhuma jóia. Preciso tirar, preciso trocar, não gosto de misturar metais, por aí afora. Mas o que vale é aquilo que tem valor sentimental para a gente. A ideia de usar a pedra que você herdou da família supera qualquer anel de diamante que custa 2 meses de salário do marido. Ser feliz é o que importa, com pedra, pedrona, grande, pequena, ou pedra nenhuma. Um beijo

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s