Viajando com seu pet: parte 1

Vira e mexe me perguntam se é fácil viajar com a Poli, já que a bichinha tem mais milhas do que muita gente…

Viajar com seu melhor amigo pode ser bem simples (se você o acostuma a viajar desde cedo) ou pode ser um verdadeiro pesadelo (para você e os outros passageiros…)

Primeiro, você precisa ter certeza que seu cãozinho pode viajar. Isso significa ir ao veterinário e pegar a documentação correta (ou seja, declaração do veterinário que seu cão tem as vacinas necessárias, está saudável, livre de parasitas, e em alguns casos, tem o chip de identificação). Para saber quais são os documentos necessários, vale a pena ligar para o Ministério da Agricultura no aeroporto e perguntar, pois os documentos variam entre destinos. Para os EUA, não precisa de chip, por exemplo, basta só a vacina anti-rábica, mas o veterinário ainda tem que afirmar no certificado de saúde que o cachorro está livre de miíases (sei lá o que é isso…) Se o destino for internacional, você ainda tem que levar o certificado no Ministério da Agricultura no próprio aeroporto na véspera para eles autenticarem o documento. Se o destino for doméstico, basta só a declaração do veterinário (isso no Brasil, tá?)

Depois de ter todos os documentos veterinários e ter feito a reserva para o seu cão na companhia aérea, você precisa ter a bolsa certa para viagem. A marca que recomendo é a Sherpa, que é bem espaçosa e dura bastante tempo. A bolsa existe em três tamanhos. Para vôos domésticos, a bolsa média é a maior que cabe na maioria dos aviões. Já para vôos internacionais, a bolsa grande cabe na frente do assento, mas é um pouco mais difícil de “encaixá-la” abaixo do assento…(eu acabo colocando a bolsa no meu pé e cobrindo com um cobertor, assim fica parecendo que estou cobrindo minhas pernas, e as aeromoças não reclamam que a bolsa deveria estar literalmente abaixo do assento…)

Essa daqui é a bolsinha da Poli 🙂

Durante o vôo, é melhor sempre ter algum brinquedinho para o seu cãozinho. Eu sempre viajo com um osso novinho em folha, o ursinho da Poli, um osso de plástico e uma meia usada (tá, é meio eca, mas ela gosta…) O osso eu só dou na hora do vôo, para ela se distrair e ficar quietinha.

Também é bem importante tentar acostumar seu cãozinho a bolsa de viagem. O ideal é ter a bolsa perto de você em casa no início, por exemplo, no chão pertinho do sofá enquanto você assiste TV, para o bichinho se sentir confortável dentro da bolsa. A Poli gosta tanto da bolsinha dela, que vira e mexe ela fica lá dentro, principalmente quando estou prestes a sair de casa, como quem diz “Me leva junto!”

Poli dentro da bolsinha em casa enquanto eu me arrumo para sair…
Esse olhar parte meu coração!

A Poli está tão acostumada a viajar na bolsinha, que ela prefere ficar dentro da bolsa do que no meu colo (ela só gosta de sair da bolsa na hora da decolagem e aterrisagem). Porém, algumas vezes já viajei com a Poli no colo. Nesse caso, é melhor sempre reservar o assento da janela, assim seu cachorrinho pode ficar mais “escondidinho” das aeromoças (não se deve tirar o cachorro da bolsa durante o vôo) e também é uma boa idéia cobrí-lo com o cobertor/casaco/etc para dar uma disfarçada…

No próximo post, preparando para a viagem e idas ao banheiro…


10 comentários sobre “Viajando com seu pet: parte 1

  1. Oi querida !!!!!!!!!!!!

    A minha cadelinha (Pretinha) também tem mais milhas de viagem do que muita gente !!! rs…

    É bem difícil eu deixá-la em Brasília quando vou visitar a minha família no Rio.

    A Pretinha não gosta de ficar na caixinha dela sabe? Mas quando ela vê a nossa mala, ela entra na caixinha e fica quietinha durante todo o vôo.

    Eu sempre reservo a cadeira da janela pois também tenho este problema da caixinha não entrar completamente e a aeromoça ficar torrando a paciência.

    Aqui no Brasil somente a TAM aceita que o cachorrinho embarque com vc na cabine. Já tentei a Gol e a Webjet e elas são embarcam o animalzinho no bagageiro (coisa que não faço de jeito algum, pois a Pretinha é muito medrosa e pode passar mal sozinha naquele buraco escuro e barulhento) (rs……)

    Beijinhos

    Curtir

  2. É uma maratona, né? Minha gatinha brasileira viaja bastante também e eu sempre corro de um lado para o outro para resolver tudo. Ah, e miíase são larvas de moscas que indicam infecções e ainda podem carregar consigo outros parasitas! 😉

    Curtir

  3. Meu cachorro quase não anda de carro, ele não é lá muito bonzinho para essas coisas…rs
    Ele é um cocker, muito educado para fazer suas necessidades, nunca faz em casa, sempre na rua…mas andar de carro ele não aprendeu de jeito nenhum!
    Beijos, Lili

    Curtir

  4. Olá!Puxa encontrei alguém como eu!!!!Sempre viajo com minha maltês Puppy.Ela também é apaixonada por sua malinha…já foi comigo pra todo canto,inclusive esquiar…(ela esquia comigo!fica na mochila!)Pena que não posso mais fazer cruzeiros marítimos!Morro de vontade..mas se ela não pode..também não podemos!Adoramos viajar,e ela também tem muitas horas de vôo(rsrsrs).Inclusive, a AZUL, permite pets a bordo na cabine!Tem até reserva on line para nossos pequenos!!!Estes anjinhos, mudam a vida da gente!Beijos!!!

    Curtir

  5. Ola! To de malas prontas pra viajar com a Marie (igual a gatinha do aristogatas, mas ela eh uma cadelinha..) de aviao pela primeira vez, ny -sp.. Vi o regulamento da tam e acabei comprando uma sherpa media, mas to preocupada q ela pode ficar apertadinha.. Dai achei seu blog por acaso e fiquei com uma duvida: vc viaja sempre com a large e nunca deu problema na hora do check in?? To com medo de nao liberarem o embarque..

    Obrigada!!

    Curtir

  6. Oi Marina.
    Tudo bom? Então, na TAM eu nunca viajei com a Sherpa grande, só na United, pois nunca fiz o vôo internacional da TAM. Já em vôos domésticos da TAM no Brasil, eu usei a Sherpa média. Na época a Poli tinha um pouquinho mais que 5 quilos e ela cabia na bolsa média (apertadinha, mas cabe) já que a bolsa é para até 7 quilos…

    Hoje em dia só viajo com a Sherpa grande (Poli agora tem 6-7 quilos) Nunca tive problemas com a Sherpa grande em termos de check in, mas novamente, só viajei de United (o limite do peso é 10 quilos). A Sherpa grande cabe direitinho em vôos internacionais, mas dependendo do avião fica um pouquinho apertado, pois ela é um tiquinho mais alta que o buraco embaixo da cadeira e aí vc meio que tem que “empurrar na marra” a bolsa embaixo do assento, sabe? Mas, mesmo assim, a bolsa cabe sim (agora, se o avião for um bem pequeno, tipo de ponta aérea, ficaria preocupada…). Infelizmente, o assento que tem mais espaço embaixo da cadeira é o do meião 😦 Ah, uma coisa bem importante: apesar da bolsa caber embaixo da cadeira, vc perde bastante espaço de perna com a Sherpa grande…já a média não tem esse problema.
    Enfim, espero ter ajudado. Se tiver mais alguma dúvida, pode mandar email, tá bom? (harris.helen@gmail.com)
    BEijinhos, boa sorte e boa viagem!

    Curtir

  7. Meninas!! Ai q bom encontrar vcs!!
    Tive uma poodle q viajaca direto conosco. Morei em luxemburgo e sempre q vinha ao brasil( rio) eu a trazia. So q acostumei desde pequena.
    Agora tenho uma viralata meio perna curta rsrs e cm minha filha mora em nyc quero leva la p curtimos a familia toda.
    Entao a TAM e United sao as mais pet friendly??
    A cauxa q tenho da outra bebe falecida é rigida e n entra n espaco nem a pau!
    Minha outra bb viajava no porao e NUNCA tive problemas. Uma vez na lufthansa o bagageiro n estava aquecido e permitiram q ela viesse comigo. Ela era gorducha ta. Tinha uns dez kilos!
    Meu email robjota@aol.com
    Como essa nova bebe nunca viajou eu keria fircar a barra d ir n cabine. Mas ela tem uns 7 kilos. Tipo basset peludo mas parrudinha. P favor ajudem. Bj
    Roberta

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s