Os padrinhos: Karen e Paulo

Nunca me canso dessa foto

Há 26 anos atrás, ganhei um dos melhores presentes que uma criança pode ganhar: uma irmãzinha!!! Existe presente melhor que esse?!

Foram vários anos brincando de Barbie, brigando pelo controle remoto (e pelo espaço no carro…acho que todo mundo que tem irmão já criou a “linha imaginária” no banco de trás, né?!), e assistindo (inúmeras vezes) todos os filmes da Disney. Como não moramos na mesma cidade há 10 anos, já passamos várias horas no telefone, no radinho, e atualmente no Skype, fofocando, fazendo revisão de paper, ensinando (e aprendendo) econometria e logística, trocando histórias sobre namorados e interesses amorosos (além dos telefonemas meio bebados as 2 da madrugada rsrsrsrsrsrs) Morro de saudades da minha irmãzinha.

Ano passado, ela teve um casamento lindo, maravilhoso, e eu fui madrinha. Me controlei até o finalzinho  para não chorar de emoção, mas quando ela me abraçou, a emoção foi tão grande, senti tanto orgulho da minha irmã baby que hoje em dia é um mulherão, que não me contive e não deu para segurar as lágrimas de felicidade…

Segurando as lágrimas…

Além de ter ficado super emocionada porque ela realmente foi uma noiva linda, uma princesa, me emocionei demais ao poder participar um pouquinho do amor que ela e meu cunhado tem (nossa, frase totalmente piegas, né?! Mas é verdade rsrsrsrsrs)

Os dois são lindos juntos. Ela não poderia ter escolhido um marido mais companheiro, mais carinhoso. Meu cunhado é brilhante, tem um senso de humor bem único e divertido (acho ele uma figura!), e ele tem muito orgulho da minha irmã querida. Ele a estimula a correr atrás dos sonhos dela profissionalmente, e acho isso super importante, porque a gente precisa estar com alguém que queira que a gente cresça, em todos os sentidos, né? E como minha irmã é bem grudenta (característica de filha mais nova…), ele é muito atencioso e meigo com ela, o que acho uma fofura (e admiro muito, pois eu não tenho essa paciência rsrsrsrsrsrs minha irmã até brinca de ficar me abraçando e me apertando até eu surtar, pois não sou muito “touchy-feely”). Morro de pena de não poder curtir esse casal com mais frequência, até porque as poucas vezes que saímos juntos, me diverti demais tomando chopp com meu cunhado, que é praticamente um connoisseur de cerveja 🙂
Por isso, apresento (finalmente) o último casal de padrinhos: minha irmã e meu cunhado! 
Eles não são lindos?! 
Ah, e aproveitando que hoje é o aniversário da minha irmã, FELIZ ANIVERSÁRIO COOKIE!
Casadíssimos!!! 



PS – Todas fotos desse post são do Ricardo Gomes


5 comentários sobre “Os padrinhos: Karen e Paulo

  1. super me identifiquei! principalmente quando você falou da linha imaginária no carro! rsrs! também sou irmã mais velha e nossa diferença de idade é muito pequena… relação entre irmãs não tem igual, a gente briga a beça, mas nos amamos incondicionalmente!

    beijos!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s