Salzburg, parte 1

Quando minha prima sugeriu passarmos o sábado em Salzburgo, concordei na hora! Sempre quis conhecer a cidade do Mozart e da Noviça Rebelde!
Salzburgo fica a uns 150km de Munique, e como a Autoban não tem limite de velocidade, dá para chegar lá rapidinho 🙂
Assim que chegamos em Salzburgo, passamos pelo mercado da cidade, que estava lotado de decoração para a Páscoa. Achei esses coelhinhos fofos demais! Nesse mesmo local, em novembro/dezembro, tem uma feira de Natal que supostamente é uma das mais bonitas da Europa. 
Não sou muito fã das “estátuas vivas” que ficam nas praças, mas essa não deu para resistir. Juro que esse homem estava flutuando!  Não tinha cordinha nem nada…até agora ainda não descobri como é que ele estava se equilibrando.
A parte meio chata de visitar a Europa no inverno (ou no iníciozinho da primavera) é que os monumentos e fontes ficam todos cobertos, protegidos do frio.
Uma das paradas turísticas principais de Salzburgo é a Catedral de Salzburgo. A catedral tem uma fachada linda, e a cúpula é considerada uma das mais impressionantes construções do estilo barroco ao norte dos Alpes. Ah, além de ser ícone arquitetônico, a catedral também tem uma ligação muito forte à história de Salzburgo: é lá que Mozart foi batizado em 1756 🙂
Obs: a fonte coberta da foto anterior é essa aí da foto
Foto: Planetware.com 
Estátua de São Paulo, na entrada da catedral. 
Interior da Catedral de Salzburgo é relativamente simples, com murais barrocos em tons de sépia e branco. A cúpula foi danificada durante a 2a Guerra Mundial, mas foi restaurada em 1959. 
Foto: Wikipedia.

Pietà da Anna Chromy (também conhecida como “Capa da Consciência”)

Ponte sobre o Rio Salzach. 
Detalhe da ponte: lovelocks. Vários cadeados com nomes (ou inicias) de casais. Diz a lenda (recente, tá?) que ao fechar o cadeado, o casal terá amor eterno. 
Parada obrigatória em passeios com crianças pequenas: parquinho!!! 
(e sim, sou eu aí na foto, tentando escalar a paredinha…com nenhum sucesso!)

Na gangorra com minha priminha 🙂

E um pouquinho sobre a história do Mozart. Não deu tempo de irmos aos museu do Mozart (fica para a próxima…inclusive, acho que se fosse sem o Thiago, ele ficaria triste 😉 mas conseguimos passar na frente da segunda residência da família Mozart, aonde eles foram morar em 1773.

Essa casa amarelinha foi a residência da irmã do Mozart, a Nannerl. 
Os sais de Salzburgo, ou “Castelo de Sal.” Pertinho de Salzburgo tem uma mina de sal subterrânea (Dürrnberg/Hallein). A mina é explorada há 7 mil anos e contribuiu significativamente para o desenvolvimento econômico de Salzburgo. 

5 comentários sobre “Salzburg, parte 1

  1. Impressionada com o artista de rua, tb estou tentando desvendar o mistério dele flutuar.
    Que interessante eles protegerem os monumentos do frio, eu nunca tinha nem ouvido falar, tb gostei de saber dessa lenda do cadiado, pq eu bem lembro que em Berlim estava cheio de cadiados assim e eu simplesmente não fazia idéia do que se tratava, agora tudo fez sentido na minha cabecinha!

    Fotos lindas!

    Curtir

  2. Já viu as feiras de Natal do blog da Dri? Eu piro toda vez que ela publica uma!
    Pela forma como o cara está segurando o “cajado”, parece que tem alguma coisa que vai manga adentro, e que vira o banquinho… Esse pé do cajado tem o maior jeito de ser feito de ferro!

    Pois é, acho que o que me irrita é isso de todo mundo querer fazer, mesmo sem saber se combina ou se é o que quer de coração…
    Sobre os macarons eu sou suspeita! O fanatismo é de família! Fui na Traiteurs de France na sexta e minha mãe roubou minha caixinha na primeira oportunidade que teve… ^^

    Beijos!!!

    Curtir

  3. Intrigante a estátua viva flutuante!
    nnao sabia que eles cobriam os monumentos no frio, uma boa dica pra gente viajar em outras estações =)

    Ah, uma curiosidade que eu vi uma vez na tv sobre a Alemanha foi a cidade de Hamelin, do “Flautista de Hamelin”…a cidade é muito bonita!!

    beijos!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s