3o Dia na Toscana: Florença

A cidade que nós estávamos mais animados para conhecer era Firenze (ou Florença). Saimos de casa bem cedinho, pegamos o carro, e em menos de duas horas, chegamos a Firenze. Assim que chegamos, fomos direto para a Galleria Uffizi, a primeira galeria de arte do mundo! Essa foi minha terceira visita a Firenze (e a primeira do Thiago), mas não me lembrava de ter visitado a Uffizi anteriormente.

Fica a dica: compre seus ingressos para a Galleria Uffizi ONLINE! Agora, se você chegar lá, que nem a gente, sem ingresso, você será intimidado pela fila quilométrica na entrada, (mas tem uma solução rápida…é só ler a história). Seguinte: a Uffizi tem entrada com hora marcada e por questões de segurança, não dá simplesmente para ir entrando…

Aí veio um dos momentos “os italianos deveriam contratar a Disney para fazer consultoria de logística” Senta que lá vem história…a Uffizi tem quatro filas: 1) para grupos; 2) para quem comprou ingresso antecipadamente; 3) para as “vendas antecipadas” e 4) para quem não se planejou e quer visitar a galleria naquele exato instante (nós!). Fomos para a quarta fila (que devia ter umas 50 pessoas) e ficamos lá, esperando…e esperando…quando se passaram 30 minutos e a fila mal andou, o Thiago foi perguntar ao guarda quanto tempo mais ou menos a fila demoraria. A resposta: “60-90 minutos” (!!!) Não acreditei! Bem, na mesma hora resolvemos sair da fila, ir para a fila de “vendas antecipadas” para comprarmos ingresso para voltarmos outro dia…afinal, não iria gastar mais 90 minutos numa fila com tanta coisa para ser vista em Florença. Na fila de “vendas antecipadas,” tinha apenas 3 pessoas na nossa frente. Quando chegou a vez do rapaz na nossa frente, ele fez a seguinte pergunta, “Queria comprar para o próximo horário disponível. Qual seria esse?” A resposta do caixa, “11:45, daqui a 5 minutos.” Quando ouvi essa resposta, juro que quis estrangular o caixa! Perdemos 30 minutos na fila de “compra imediata”, que nem um bando de babacas (me desculpem o vocabulário), quando ainda tinha vários ingressos disponíveis na “pré-venda” para visitarmos a galeria. PQP! Custava eles falarem para as pessoas na fila que ainda tinha ingressos disponíveis?! Que elas não precisavam gastar 60-90 minutos numa fila, que dava para comprar ingresso praticamente imediato na “pré-venda”?! Nossa, que raiva que me deu…muita falta de organização…mas, pelo menos, conseguimos comprar nossos ingressos e entramos na Galleria.

A Uffizi tem obras de arte maravilhosas! Por questões de segurança, é proíbido fotografarmos, então aqui fica um mosaico com as minhas obras prediletas da Galleria Uffizi. Depois farei um post mais detalhado sobre essas obras, que estudei na faculdade e que eu ADORO!

Na 1a fileira: Nascimento de Venus e Primavera, ambos de Sandro Botticelli e Adoração dos Magos, de Leonardo da Vinci.
Na 2a fileira: Venus de Urbino do Tiziano; Tondo Doni, de Michelangelo; e Virgem do Pentassilgo, de Raffaello.

Saindo da Uffizi, fomos (finalmente) passear por Florença. Passamos pela Ponte Vecchio (essa ponte “com casinhas” aí no fundo…na verdade não são casinhas, mas lojinhas e mercadinhos). A Ponte Vecchio (“ponte velha”) foi originalmente construída na Roma Antiga, mas foi destruída na enchente de 1333. Em 1345, ela foi reconstruída e desde então, não mudou muito. Inclusive, diz a lenda que, durante a 2a Guerra Mundial, o próprio Hitler deu a ordem para que a ponte não fosse danificada pelos alemães.

A Piazza della Signoria é uma das praças mais antigas e mais importantes da cidade. Alguns até a consideram o coração política florentino, pois foi o centro do poder de Florença durante a Renascença. A praça é cheia de obras de arte, tendo esculturas por todos os lados, inclusive uma réplica do David de Michelangelo. É praticamente uma galeria de arte ao ar livre!

O Palazzo Vecchio, que é a prefeitura de Florença, fica na Piazza della Signoria. O Palazzo foi construído no início do século 13. O projeto foi feito pelo Arnolfo di Cambio, o mesmo arquiteto da Santa Croce e do Duomo. É nesse palácio romanesco que ficava a sede do Consiglio Maggiore, o conselho de 500 membros criado por Savonarola após o “reinado” dos Medici.

A fachada da Basilica di Santa Maria del Fiore, também conhecida como o Duomo de Florença. A fachada foi projetada por Arnolfo di Cambio em 1296, mas a construção só foi finalizada em 1436, com a cúpula famosérrima, projetada por Filippo Brunelleschi. A fachada é toda de mármore em tons de verde, rosa e branca, no estilo gótico.

A famosa cúpula do Brunelleschi. Ela tem 42 metros de largura e é feita de duas camadas, para mais apoio. É a maior cúpula da Europa após o Pantheon, e continua sendo a maior cúpula de alvenaria já construída (se não me engano, mais de 4 milhões de tijolos foram utilizados na sua construção). 

O teto do Duomo di Firenze. Bem bonito, mas ainda prefiro o de Siena. 

Depois de visitarmos o Duomo, passeamos mais um pouco, sem rumo mas com direito a gelato, e na volta para o carro, resolvemos dar um pulinho na Basilica di Santa Croce, também conhecida como o “Templo das Glórias Italianas.” Por que esse nome cheio de pompa? Porque é nessa igreja que estão sepultados Michelangelo, Galileo, Maquiavel e Rossini, entre outros… 
Túmulo do Galileo

Eu e minha cara de bunda no Túmulo do Maquiavel. (é que eu queria sorrir, pois meu lado “cientista política nerd” estava mega empolgado de estar vendo o túmulo do Maquiavel, mas achei que não deveria ser apropriado abrir um mega sorriso num ambiente sombrio, e aí fiquei com essa cara…)

Na saída de Firenze, pegamos o carro e fomos para um dos cantos mais especiais da cidade:  a Piazzale Michelangelo (ou “Grande Praça” Michelangelo, de acordo com o tradutor do Google rsrsrsrs). É um mirante no alto da cidade, do outro lado do rio Arno, e de lá de cima, dá para ver a cidade TODA! É uma coisa linda! 
Imagino que a vista deve ser maravilhosa no pôr do sol. Me empolguei e tirei várias fotos da cidade… 
Aqui dá para ver o Palazzo Vecchio (a torre à esquerda) e o Duomo. 

Il Duomo bem de pertinho (ADORO o zoom da nossa camera…)

A Ponte Vecchio sobre o Rio Arno. 

Impossível não tirar mil fotos com esse pano de fundo 🙂

E é claro, como a praça é uma homenagem ao Michelangelo, é lá que fica uma das duas cópias do David de Michelangelo (com o meu “David” posando embaixo…) 
Quando voltamos à casa, o entardecer estava maravilhoso no jardim.

7 comentários sobre “3o Dia na Toscana: Florença

  1. Amiga, outra dica das filas é vá a Itália gravida- não esperamos nem 1 minutinho para entrar na Accademia e na Uffizi em Firenze e no Coliseu de Roma quando os organizadores das filas se deparavam a minha nada timida barriguinha com seu sobrinho. Só espero q funcione também amanha no Vaticano. To adorando a preferencia as gravidas – ainda pq sei a ai nos States não tem preferencia alguma….

    To adorando esses posts- estao virando um guia pra gente aqui. Nos falamos esses dias.

    Beijocas mil,
    Paula

    Curtir

  2. Na abadia de westminster eu tive o mesmo problema que vc com os tumulos, só que no meu caso eu não sou cientista politica social, apenas uma maluca fã de varias pessoas ali.

    Ja viu o seriado borgias com o jeremy irons? Aqui em casa é um dos preferidos! Eu particularmente amo a indumentaria – cada um na sua area de estudo =D – mas ver as igrejas, as cidades e as personagens tb é o maximo.

    Beijos!

    Curtir

  3. AHHH, eu amei Florença!! Agora, concordo com vc! NENHUMA, nenhuma Catedral é a mais bonita que a de Siena! Nunca pensei em casar na igreja católica, mas se eu morasse na itália tentaria casar lá! É linda demais!

    Nós subimos os degraus da catedral de Florença, acho que foram 463 rs Mas vale a pena a vista!! Não fomos neste mirante… então, valeu ainda mais a pena! heheh

    O marido tb já tinha ido a galeria Uffizi, mas me acompanhou pacientemente. Ele me conta que a primeira vez que foi demorou mais de duas horas na fila, a gente demorou nem meia hora. Mas não lembro a fila que a gente pegou rss

    beijocas mil

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s