5o Dia na Toscana: Pisa e Lucca

Depois de passarmos a manhã degustando vinhos e comendo muito bem, resolvemos passar a tarde conhecendo mais algumas cidades. Na verdade, tínhamos pensado em passar só em Lucca, mas no caminho  percebemos que estávamos bem pertinho de Pisa, e resolvemos dar um pulinho por lá.
Pisa tem vários points turísticos, mas o principal é, obviamente, a “campanile” na Piazza del Duomo di Pisa. A “campanile” (ou, simplesmente a torre) foi construída ao longo de 177 anos. Ela tem 57 metros de altura na parte mais alta (na parte mais baixa, tem 55 m). A torre pesa em torno de 14 mil toneladas. Antes da restauração entre 1990-2001, a torre tinha uma inclinação de 5,5 graus. Hoje, ela inclina somente 3,99 graus. 
A torre começou a inclinar após a construção do terceiro piso, quando o solo começou a ceder, pois a fundação de três metros não era forte o suficiente para apoiar a torre. Nessa época, a construção da torre foi interrompida, porque Pisa estava em guerra. Esse período de pausa foi fundamental para o solo instável se consolidar, caso contrário, a torre realmente teria caído. Um século depois, a construção foi continuada. 
Apesar do trabalho de estabilização, a torre ainda inclina em torno de 1 milimetro por ano.

Marido super-fortão-que-nem-Popeye quis tirar a tradicional foto empurrando a torre 😉
A catedral de Santa Maria Assunta, que fica no centro da Piazza del Duomo em Pisa. A construção da catedral romanesca começou em 1064, pelo arquiteto Buscheto. O interior da catedral, decorado com mosaícos, e os arcos na fachada refletem a influência bizantina no design.

E como sempre, em frente a catedral, fica o batistério. Construído em 1153, o batistério é o maior da Itália. Sua circunferência mede 107 metros e ele é até alguns centímetros mais alto que Torre de Pisa.

A torre com a cúpula da catedral à esquerda. 

Acho que não passamos nem duas horas em Pisa. Dizem que lá tem bastante coisa para ver/fazer além de visitar o centro histórico com a torre, catedral e batistério, mas, como nosso destino do dia era Lucca,  assim que registramos o principal de Pisa, seguimos adiante.

Lucca é uma cidade especial, famosa por suas muralhas renascentistas que permanecem intactas! 

Lucca foi fundada pelos etruscos, se tornando uma colônia romana em 180BC. A grade retangular de seu centro histórico preserva o planejamento urbano romano. O antigo anfiteatro romano ainda pode ser visto na Piazza del’Anfiteatro, que hoje é cercada por pequenos prédios (foto abaixo).

Como toda cidade italiana que se preze, Lucca tem igrejas belíssimas. A principal é a Duomo di San Martino, mas eu gostei mais da San Michele in Foro, que fica no antigo fórum romano de Lucca. A San Michele é do século 12, e tem uma fachada de mármore linda. A cada nível de mármore branco, você vê uma fauna de animais reais e míticos. Achei esse detalhe bem original.

Lucca é a cidade natal de Puccini, compositor de La Boheme, Tosca e Madame Butterfly. A casa aonde ele nasceu foi transformada em um museu dedicado ao compositor. Infelizmente, como chegamos já no final da tarde na cidade, não conseguimos entrar.

Uma das coisas mais agradáveis de Lucca é passear na muralha, ou melhor, fazer uma passeggiata. Adorei caminhar tranquilamente por ali. É achei bem legal que tinha vários moradores caminhando, andando de bicicleta, fazendo exercício, etc por ali no final da tarde.

As árvores na muralha de Lucca. Deve ser lindo visitar a cidade no outono! 

3 comentários sobre “5o Dia na Toscana: Pisa e Lucca

  1. Morro de vontade de conhecer Pisa. Quando era criança meus pais foram a Pisa e eu fiquei apaixonada!
    Acho que vai ficar para 2014, pq pras férias do ano que vem marido escolheu os EUA 🙂

    Bjs

    Curtir

  2. OI Helen

    a gente passou um único dia e estava de bom tamanho! Chegamos de manhã e saimos às 2am! E fomos direto para Atrani, no sul da Itália. De manhã fizemos um bike tour em Pisa e depois fomos na torre e no batistério.

    Sobre a Kiehl´s, realmente foi muito bacana conhecer mais a marca! Eu nunca tinha usado o creme de corps, tenho um “similar” da L’occitane que amo, uso muito no inverno ou em partes mais ressecadas como cotovelos, mãos, pés e joelhos rs… o Creme Ultra Riche Corps – Beurre de Karité. Conhece?
    Olha, eu pensei que os preços fossem ser beeeem mais caros! O potão da mascara que estou interessada em comprar era oitenta e pouco, e vem bastante coisa. Então, não me assustou muito!!

    Ah, a panela resolveu, viu??? Adorei! Acredita que eu ainda não coloquei o bicarbonato no cesto de roupa? Sempre esqueço!!!

    beijocas ju

    Curtir

  3. Nossa Helen, faz tempo que nao venho aqui mesmo. Nao li tudo mas fui dando uma “passada” pelos ultimos posts pra ver o que andava acontecendo. Menina, eu sou louca pra conhecer a Italia, meu marido conhece, o sonho da vida dele eh morar na Europa em algum lugar, ou Italia, Franca, ou Austria (onde ele fez intercambio por um ano quando era mais novo). Ainda nao tivemos a oportunidade ($$) de ir depois que casamos. Adorei suas fotos. Me deixaram com mais vontade de ir ainda!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s