Crônicas da Itália: Ar condicionado vs. aquecedor

Nos primeiros quatro dias em Roma, ficamos hospedados no Hotel Diana, que fica em Termini. Escolhemos pela localização (perto da estação de trem/metro central) e pelo preço, que achamos bem justo para um hotel 4 estrelas. Observação importante: ainda não coletei dados no assunto, mas eu acho que os hotéis ganham 1 estrela “de graça” só por estarem localizados na Europa…a maioria dos hoteis 3-4 estrelas que já fiquei no continente velho, COM CERTEZA seriam apenas 2-3 estrelas nos EUA e no Brasil. 

Enfim, nosso hotel era bem direitinho, limpinho, apesar da decoração bem cafoninha. O quarto tinha um bom tamanho e o banheiro era bem grandinho. O hotel tem um jardim bem agradável no último andar, aonde tomamos café todos os dias (e honestamente, o local e a seleção do café eram bem bons!)

Nosso quarto no Hotel Diana. 

Na primeira noite, fomos ligar nosso ar condicionado e descobrimos que ele não estava funcionando. O dia estava bem quentinho em Roma (uns 26-29 graus), mas a noite já era mais fresquinha (uns 20-22 graus) então resolvemos abrir a janela e dormir com a brisa do vento. Até que a noite foi agradável, mas precisamente as 6:30 da matina, descobrimos que nosso quarto ficava perto da cozinha e que o chef gostava de escutar Michael Jackson, no volume máximo! Olha, eu até curto um Michael Jackson, mas acordar as 6:30 da manhã, nas férias, ao som de Billie Jean não é meu ideal…mas, estávamos tão cansados do dia da viagem na véspera, que fechamos a janela, colocamos a cabeça debaixo do travesseiro, e voltamos a dormir.

Acordamos bem em cima da hora para o nosso tour do Vaticano e na saída, não conseguimos reclamar na recepção sobre o ar. Já na volta, às 3 da tarde, passamos na recepção e reclamamos que o ar não estava funcionando. Aí veio a primeira pérola:

“Mas meu senhor, o ar condicionado só é ligado entre às 15:00 da tarde e 2:00 da manhã.” (COMO ASSIM?!) Aí, o Thiago explicou (pela 2a vez) que DURANTE A NOITE, no suposto horário de funcionamento, o ar não tinha funcionado. Aí, a recepção chama um rapaz do próprio hotel e mandaram ele lá no nosso quarto para resolver o problema. Vocês acham que ele resolveu? Ele só repetia “No funtziona. No funtziona.” (claro que o coitado do homem não falava uma palavra de inglês, nem espanhol, nem francês e muito menos português, né?) 
Aí, ligamos para a recepção novamente, explicamos que o rapaz não tinha conseguido consertar e que teríamos que trocar de quarto (afinal, ninguém merece dormir com calor ou acordar com Michael Jackson). A recepção garantiu que iria chamar um técnico de ar condicionado, e que ele estaria lá em duas horas (já era 4 da tarde).
Passaram-se as duas horas. Vocês acham que o técnico chegou?! NÃO!
Aí fomos na recepção novamente, reclamar. Dessa vez, a atendente teve a audácia de dar a seguinte resposta: “Mas meu senhor, agora são 18:00, não vamos conseguir chamar um técnico. Se vocês tivessem nos avisado antes, ainda daria tempo!!!” Juro que tive que me controlar para não mandar a recepcionista para ***, mas meu marido, todo tranquilo, a lembrou que nós já tínhamos reclamado e que ELES tinham ficado de chamar um técnico…Conversa vai, conversa vem, eles mandam o mesmo rapaz da equipe do hotel ver o ar condicionado, e dessa vez, ele conserta! 
Oba! Thiago e eu subimos para o quarto, e realmente, o ar condicionado estava ligado e funcionando. Mas, ao ver o termostato, reparei que a temperatura do ar condicionado era 25 graus. Tentei diminuir. Toda vez que tentava colocar a temperatura abaixo de 25 graus, o ar desligava! 
Aí chamei o rapaz novamente:
“Senhor, tem como abaixar a temperatura para menos de 25 graus? É que 25 graus ainda é quente, sabe?” (leia-se: 25 graus é temperature de aquecedor!)
“Ah, senhora, não dá não. O ar condicionado é central e não passa dos 25 graus. Mas agora ele funtziona.”
Fiquei para morrer…nem tive resposta. Dei um sorriso, agradeci, e fiquei pensando qual seria a trilha sonora que iria nos acordar no dia seguinte…
Agora me diz, 25 graus é ar condicionado ou aquecedor?! 

5 comentários sobre “Crônicas da Itália: Ar condicionado vs. aquecedor

  1. Definitvamente isso e aquecedor e nao um ar-condicinado. Caramba que hotel bem legal esse pra nao dizer o contrario ne, pior parte que ainda e 4 estrelas, imagina se fosse menos como seria.
    Beijinhos

    Curtir

  2. Bem, como boa carioca 24/25 é a temperatura ideal para mim e a que costumo deixar o meu ar condicionado. Alias aqui 24 é a temperatura media ideal na maioria dos shoppings. Quemme dera que calor fosse 29/30! Ia ser muito mais feliz!

    Beijos!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s