Saint Patrick’s Day em Chicago

Ontem foi Saint Patrick’s Day (ou dia de São Patrício), e aqui em Chicago o povo leva St. Patrick’s Day a sério! (tá, talvez não tanto a sério quanto Boston, mas a data é BEM comemorada aqui…)
Sempre no sábado, na véspera de St. Patrick’s, a cidade para e entra em clima de festa (observação importante: “clima de festa” aqui em Chicago não é a mesma coisa que clima de festa no hemisfério sul…diria que é equivalente ao “clima de festa” que brasileiro tem na véspera de feriado não-carnavalesco, algo meio ameno, sabe?!)
Enfim, parte da comemoração inclui uma parada da comunidade irlândesa e a parte mais bacana: o Chicago River é tingido de verde! Essa tradição existe há mais de 50 anos, e aparentemente, surgiu por acaso, quando o munícipio usou o corante fluoresceína para rastrear as fontes de descarga ilegal de poluição e o rio ficou verde… 

Hoje em dia, o uso de fluoresceína é proíbido, pois é prejudicial à flora e fauna do rio. Porém, a tradição do rio verde na véspera de St. Patrick’s Day permanece, só que o rio é tingido com corante vegetal em pó (aproximadamente, 40 quilos de corante em pó…e de acordo com o município, o corante é seguro para pessoas e animais selvagens…

Esse ano, aproveitamos que estávamos em Chicago e fomos ver essa festa. É bem bacana e divertido, apesar de ser LOTADO de gente!

Tinha “leprechauns” (duendes?! não sei o nome em português, mas sabe aqueles personagens de lendas irlandesas que protegem o pote de ouro no fim do arco-íris?! Então, esses “duendes”) fazendo várias acrobacias na água.

É claro que levamos nossa querida Poly para curtir essa ocasião. 

(Como tinha MUITA gente e a Poly é meio pequena, ela ficou na bolsinha dela para não ser pisoteada na multidão).

Poly e o Chicago River 🙂

Depois de vermos o rio tingido, fomos para a parada (com a Poly dentro da bolsa, porque ela estava tremendo de frio, tadinha…mesmo com a roupinha dela, pois estava ventando demais!)
A “parada” (se é que você pode chamar disso) é BEM brochante. Primeiro que não dá para ver nada, segundo que é BEM sem sal mesmo…
Exemplo: um dos “carros alegóricos” da parada. Brochante, né?! 
Por isso que falo que há apenas duas paradas no mundo que valem a pena ser vistas: qualquer parada feita pela Disney (tá valendo WaltDisneyWorld, Disneyland, Disney Paris e etc)
(a Disney’s Main Street Electrical Parade é a minha predileta…clássica e maravilhosa!)
E, é claro, os desfiles das escolas de samba do carnaval carioca (que não deixam de ser uma “parada”)
(esse é um dos desfiles mais bonitos que já vi ao vivo na Sapucaí…AMEI a bateria “jogo de xadrez” em cima do carro alegórico e a porta-bandeira com a saia que lançava faíscas da Viradouro em 2007) 

9 comentários sobre “Saint Patrick’s Day em Chicago

  1. AI que legal Helen. Soh fui a Chicago uma vez, e eu e meu marido AMAMOS Chicago. Tinha vontade de ir nessa epoca pra ver o rio tingido mas fomos no verao, o que achei que foi otimo assim pudemos andar por tudo que eh canto. Um dia voltaremos. Com relacao as paradas, realmente, concordo com voce, as da Disney batem recorde, e claro os das escolas de samba no Rio e SP. Fora isso nunca tive vontade nem motivacao de ver de tao sem graca que paradas sao. Fiquei com doh da Polly com frio tadinha. O vento em Chicago eh de doer os ossos mesmo (ateh no verao, dependendo de onde andavamos, se tivesse vento encanado putz… hehe). Ela ficou uma graca na bolsa! 🙂
    Beijos

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s