Williams, AZ: Portal para o Grand Canyon

Para quem não sabe, no parque do Grand Canyon tem algumas opções de hotel. Você pode acampar no parque, ficar nos albergues (tem 5 opções), ou então se hospedar no El Tovar, hotel cinco estrelas DENTRO do próprio parque. O problema é que esses lugares lotam super rápido (com mais de 6 meses de antecedência). Aí, a alternativa é ficar em Tusayan, cidadezinha mais próxima do parque nacional do Grand Canyon (se não me engano, fica a 30 minutos de carro). O problema: por ser o local mais próximo, também é o mais caro! Um Holiday Inn, hotel genérico aqui, de 3 estrelas estava saindo por US$220/diária! Coisa de louco, né?! US$200 por um hotel 2-3 estrelas não rola… 
Por isso, optamos por nos hospedar em Williams, cidadezinha um pouco mais distante do parque (50 minutos de carro) mas bem charmosa, por ser localizada na própria Route 66.  

Williams é uma cidade histórica e TUDO é velho, vintage e/ou tombado! Ao passear na cidade, você tem a impressão que voltou no tempo, precisamente para a década de 50, algo meio “nos tempos da brilhantina”… São justamente esses detalhes antigos que fazem a cidade ter um je ne sais quoi, um certo charme. São tantos cantinhos interessantes que é impossível não sair fotografando a cidade toda…

Manequim na janela do Red Garter Inn & Bakery, um hotelzinho (4 quartos) e uma padaria de família com vista para Route 66. No início do século 20 era um saloon (!), um bordel (!!) e uma casa de ópio (!!!).

A cidade é cheia de fachadas pintadas com cenários do velho oeste. 
Cruisers Cafe 66, um restaurante construído em um antigo posto de gasolina na Route 66. Tem várias peças de decoração de postos de gasolina vintage.  
Cardápio do Cruisers Cafe.
Praticamente todas as fachadas têm uma plaquinha assim.

Mais fachadas pintadas (e um caminhãozinho-tão-zinho que achei fofo…)

Estátua do Elvis Presley, na entrada de um restaurante. 
Apesar de ser bem pequenininha, a cidade gira em torno do turismo e tem várias opções de hotéis e restaurantes. Ficamos em um bed & breakfast charmosérrimo (post a seguir) e a dona do B&B nos falou que Williams é tão seguro e tranquilo que as pessoas nem trancam suas portas…nada como small-town charm 🙂

7 comentários sobre “Williams, AZ: Portal para o Grand Canyon

  1. Williams eh charmosinha mesmo. Muita gente pensa que todas as cidades no Arizona sao assim como Williams, como Tombstone (ao sul). Mas essas sao cidades históricas que manteram suas características, seu tamanho… ja Tucson e Phoenix e outras cidades no Arizona, sao enormes, e modernas como em qualquer outra parte do pais. Claro que o clima e paisagem sao diferentes. Adorava pegar o carro e ir pra essas cidades históricas nos finais de semana quando morava no Arizona.

    Outra opção pra “se hospedar” no Grand Canyon é acampar, la embaixo mesmo. Tem sempre grupos de pessoas que se aventuram a hike down (descer o Grand Canyon e acampar lá embaixo ao redor das cachoreiras LINDAS que o parque tem. Eh lindo. Foi uma experiência inesquecível. Quem tiver tempo e disposição vale MUITO a pena. São de 5 horas da caminhada até lá embaixo, na volta são 6 por causa da subida. Este ano quero levar meus pais mas não iremos descer com eles, iremos apenas turistar, tirar fotos la em cima mesmo. hehe

    Curtir

  2. Achoq eu nao conheci essa cidadezinha nao… nao tenho certeza.. paramos numa cidade no meio da Rota 66 que tinha aquela Texaco antigo e era muuuuuito inspiracao pro filmes Cars.. tanto que tinha Cars pra todo lado hehehe
    sao lindas demais essas cidades no meio do nada.. AMO!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s