Bodas de Algodão

(ou seria Bodas Gourmet?!)

Há duas semanas, comemoramos nossas bodas de algodão 🙂
Tínhamos planejado passar o dia em Lake Geneva, uma cidadezinha ao redor de um lago aqui perto no estado de Wisconsin. Ainda não conhecemos Lake Geneva, mas pelas fotos, parecia ser uma cidadezinha super fofa, com bastante natureza, um excelente lugar para passarmos um dia super diferente e relax, passeando com a Poly. Mas aí…quando acordamos no dia 2 e o céu estava todo nublado, a temperatura meio fresquinha e a previsão era de chuva, resolvemos adiar nossa visita à Lake Geneva. Ao invés do nosso passeio, resolvemos ficar em casa trabalhando, com a seguinte condição: todas as refeições seriam feitas fora de casa, num pequeno tour gastronomico de Evanston 🙂

Começamos de manhã cedinho, comendo um café delicioso na Bennison’s Bakery, a padaria mais famosinha de Evanston. É uma padaria bem básica, mas todo ano eles ganham algum prêmio de melhor pão (Juro! Desde que nos mudamos para Evanston em 2008, sempre tem um cartaz que eles ganharam alguma competição nacional de pão…ano passado ganharam melhor “Raisin Bread”)
Como a ocasião era especial, quebramos nossa dieta sem derivados de leite, e pedimos um croissant com queijo e presunto (para mim!) e um doughnut de chocolate (para o Thiago), acompanhados de dois cappuccinos (com leite de soja, tá?)

Na hora do almoço, fomos no Davis Street Fishmarket, um restaurante de peixe e frutos do mar, que não tem muitas frescuras, mas é sempre tudo muito fresquinho! Marido caiu de boca no “softshell crab,” que é um caranguejo típico da costa leste americana que tem a casca macia (ou seja, você come literalmente o caranguejo TODO, não precisa ficar descascando!) É uma delícia!!! Eu já pedi um corvina (peixe branco) com molho de abacaxi e arroz de limão (e para acompanhar, “tater tots,” que são umas batatinhas fritas divinas!!!)

No jantar, aproveitamos para conhecer um dos restaurantes mais “chiquetosos” de Evanston, o Quince. (Evanston não é conhecida pela gastronomia…acho que deve ter uns 2-3 restaurantes mais badaladinhos e o Quince é um deles…estávamos planejando ir já há uns meses, e o aniversário de casamento foi o motivo perfeito!) O ambiente é bem bacana, pois o Quince tem um clima meio “bem-vindo ao conforto do meu chalé nos Alpes,” com lareira (que funciona no inverno), movéis de madeira e várias estantes com livros clássicos antigos.

Marido tinha feito reserva, avisando que era nosso aniversário de casamento, e ao chegar, o garçom já veio servindo uma tacinha de champagne para comemorarmos (e sim, eu bebi uma taça champagne…meu médico me liberou para tomar uma taça de vinho por semana e eu obedeço meus médicos cuidadosamente 😉

O cardápio é bem apetitoso, um mix de francês com americano contemporâneo. E os preços, apesar de serem mais altos que a média em Evanston, são bem camaradas para um restaurante mais fino, principalmente quando você compara com uma refeição equivalente em Chicago, Washington, e Nova York.

Optamos pelo menu degustação, composto por duas entradas, dois pratos principais (uma carne vermelha e um peixe), e uma sobremesa, todos a critério do chef. A única coisa que pedi foi que eu pudesse escolher minha própria sobremesa (já que sobremesa é um negócio sério!) 
A primeira entrada foi a salada de palmito, com queijo pecorino, endívia, e azeite de trufas. Estava BEM saborosa e levíssima! A salada foi seguida pela lagosta com cogumelos selvagens e rúcula (foto no canto superior da direita). Achei a lagosta um pouquinho borrachuda, mas também, não sou muita fã de lagosta mesmo… O primeiro prato principal foi o walleye, um peixe de rio do Canada (e norte dos EUA). Estava divino! O walleye (última foto no cantinho inferior da direita) veio acompanhado de gnocchi de açafrão, uma fatia de pera, e erva doce. MUITO gostoso! O último prato principal foi o porco (foto maior), acompanhado por spaetzle, bacon, couve e marmelo. Estava bem gostoso, mas a essa altura, eu já estava quase satisfeita e precisava deixar espaço para sobremesa… Ironicamente, a sobremesa que EU escolhi, eu não curti tanto e acabei trocando com a do Thiago (cuja qual o chef tinha escolhido…a dele era um cheesecake de mascarpone…a minha nem me lembro mais…) 
A comida toda estava deliciosa! Achamos os pratos bem leves e saborosos e saímos SUPER satisfeitos! O Quince é uma excelente opção para um jantar de ocasião especial em Evanston e espero voltar em breve! (afinal, ainda tenho que provar as outras sobremesas…)

3 comentários sobre “Bodas de Algodão

  1. Helen!!! MUITO obrigada!!!!!! Eu vou olhar os posts com mais calma depois. Vi o da area de relief. Que legal. Eu nao sei se levaria mesmo Mabel em alguma viagem internacional, apenas se precisarmos. Mas eh bom saber pra caso precisarmos leva-la estarmos preparados. A Aline ja tinha me explicado sobre os tramites, e tb me falou da sala de relief, mas eu fiquei curiosa pra saber como voce faz com a Poly dentro do aviao. hehe.
    OBrigada por responder!!

    Feliz Aniversario de Casamento!!!!
    Beijinho

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s