Week 28: Cub = Chihuahua (ou uma beringela grande)

Essa semana, Cub estava do tamanho de um chihuahua! (Acho que esse é o tamanho que mais gostei até agora…) 
Na falta de um chihuahua, já que ainda não consegui convencer o marido que PRECISO de outro cachorro, e na falta de beringela (porque eu esqueci de comprar…), a foto semanal vai com a Poly e meu smoothie matinal de leite de amêndoas e mirtilhos, que, por sinal, é uma delícia 🙂
Bem, na 28a semana rolaram alguns acontecimentos, além do fechamento do apê de DC. Eu descobri que Cub gosta do sonzinho do cool jazz (próximo post), que fotógrafos aqui nos EUA são os olhos da cara e acham que os clientes ainda vivem em 1980 (próximo-próximo post), e que, mais importante, meu pai tinha razão (assunto deste post…)
Seguinte: eu sempre quis fazer tatuagem e um piercing no umbigo. Meu pai sempre foi contra (até hoje, não sei bem o por quê…) A regra lá em casa era mais ou menos assim: “enquanto você estiver debaixo do meu teto, nada de tatuagens e piercings.” Essa regra nunca me incomodou muito porque: 1o) nunca tive planos de passar o resto da minha vida morando com meus pais e 2o) tatuagens e piercings são para a vida toda…ou seja, no longo prazo, não importa se você fizer uma tatuagem aos 15 ou aos 25. Logo, eu não via problema nenhum em esperar alguns aninhos para me pintar e me furar 🙂 
Uma das minhas três tattoos…olha que só fui fazer a 1a já com uns 24 anos!
Ah, essa foto foi tirada pela Junia Lane, durante o ensaio que fizemos em 2011. 
Sendo assim, no meu primeiro semestre de faculdade, em NYC, resolvi que guardaria meu dinheirinho do emprego que tinha na biblioteca para fazer meu tão-sonhado piercing! (obs 1: era BEM claro para mim que NÃO deveria usar o dinheiro que meu pai enviava para fazer meu piercing, que deveria fazê-lo com o MEU dinheiro. Obs 2: eu ganhava US$6.50 por hora e trabalhava umas 10-15 horas por semana. Obs3: meu pai deveria ter sido mais explícito na sua regra, pois re-avaliando, acho que o “debaixo do meu teto” não era tão literal assim…o “teto” que morava em NYC era do dormitório de Columbia, não do meu pai, mas alguém aí quer adivinhar quem é que bancava 95% das minhas contas?!)
Enfim, depois de uns meses, economizei dinheirinho suficiente e fiz o tal do piercing, que só fui contar para os meus pais quando voltei de férias ao Brasil (bem, eu não contei…é que férias de dezembro no Rio é sinônimo de verão, que por definição requer um biquini, ou seja, piercing foi exposto, visto, e relutantemente aceito, e fim de história!)
Daí, eu sempre achei que, se tivesse piercing no umbigo, eventualmente minha barriga ficaria sarada (vá entender!) Ao longo desses últimos 13 anos, eu e meu piercing passamos por várias transformações: engordamos, emagrecemos, malhamos (um pouquinho), mas no fundo, no fundo, minha barriga nunca foi sarada o suficiente para expor meu piercing com orgulho (e pensando bem, tirando a época das blusinhas baby-looks no final da década de 90, nunca fui muito de sair perambolando por aí com a barriguinha de fora) 
Tendo um piercing no umbigo, obviamente teria pouca coisa me diferenciando da Adriana Lima, né?! kkkkk 
Ano passado, marido até perguntou quando eu tiraria o tal do piercing (porque, de acordo com ele, entrando na década dos 30, eu já tinha passado da idade de ficar desfilando por aí com um brinco na barriga…como se eu andasse todo dia de calça da Gang, baby-look e barriga de fora 😛 ) Eu resisti, falando que não removeria tão cedo, só depois que minha barriga ficasse sarada…que estava esperando esse dia chegar.
Bem, meu povo, esse dia não chegou, a barriga está longe de estar sarada, mas, venho comunicar que, na 28a semana da gravidez, relutantemente, removi o tal do piercing…sniff sniff!!!
E aí que fica a lição do dia: meninas, ouçam a voz sábia do seu pai! Porque agora, meu umbigo não só está praticamente sumido (ele está 70% achatado), mas ele está levemente retardado, com um furo em cima (tipo essa foto aqui…se vocês achavam que ia rolar uma foto da minha barriga nua, com meu umbigo retardado, rá!) Como no meu caso, o umbigo já está praticamente todo achatadinho, o furo do piercing ficou parecendo um segundo mini-umbiguinho…MUITO esquisito!!! 
Tenho um pressentimento que o furo vai fechar e é claro, eu poderia furá-lo novamente. Mas, vamos combinar que, enquanto não é esquisito uma mulher de 30 usar piercing no umbigo quando este foi feito durante sua adolescência, FAZER o furo durante a 3a década de vida já é outra história (e um pouquinho demais!) 
Com isso, deixo neste post, uma homenagem ao meu piercing de umbigo:
Querido piercing, você me acompanhou por 13 anos e agora sinto sua falta…Minha barriga se sente nua sem teu brilho reluzente. Peço desculpas se seu lar nunca foi sarado do jeito que você merecia, para te expor orgulhosamente nas areias deste Brasil. Mas saiba que tivemos grandes momentos juntos e que, para sempre, vou me lembrar de você com orgulho, como na foto abaixo:
Auge da minha barriga, em 2007, em Jericoacoara. Não que ela fosse de parar o trânsito, mas nunca ela esteve assim, tão bonitinha. 
E, para terminar este post, uma mensagem de serviço público: 
Amigas que hoje são mães de meninas: se sua filhinha fofa algum dia te encher a paciência na adolescência porque ela quer fazer um piercing no umbigo de qualquer jeito, entrem em contato com a Tia Lélé. Enviarei uma foto da minha pança aos 7 meses de gravidez, com meu umbigo retardado. Agora, não me responsabilizo se sua filha optar por não te dar netos, assim mantendo a integridade umbilical.

13 comentários sobre “Week 28: Cub = Chihuahua (ou uma beringela grande)

  1. hahahah amei este post!! Mas Helen! Como assim nunca teve barriga sarada??? Olha essa barriga da foto q vce postou, linda menina! Se isso nao eh barriga sarada, nao sei mais o que eh. haha. Olha, por muitos anos eu quis fazer tatuagem e colocar um piercing no nariz (aqueles delicadinhos). Mas meus pais tb nunca foram muito chegados. Eles nunca me proibiram, meu pai ateh deixava isso ser uma decisao minha, q se eu realmente quisesse ele apoiaria, mas sempre disseram que seria melhor esperar ateh depois dos 18 ou 21 pra sentir como seria quando fosse arrumar emprego serio, porque muitos locais na epoca nao aceitavam pessoas com piercing ou tatuagem (andou mudando bastante depois disso). Entao como uma “boa filha” eu fui deixando pra depois… mas aih, os 18 vieram, os 21 vieram, os 25, vieram, e eu perdi a vontade. E hoje eu sou grata aos meus pais por terem me convencido a esperar, porque hoje nao me vejo copm tatuagem ou piercing. Eu sou uma pessoa que enjoa muito facil das coisas depois de um tempo. Piercing ateh daria pra tirar, mas tatuagem… mesmo com lazer nao sai totalmente… entao eu hoje sou super aliviada de nao ter feito nada. Detalhe, meu marido tb era louco por tatuagem, a mae dele fez o mesmo que meus pais fizeram, ele esperou, e ao torno dos 25 tb perdeu a vontade. E eu nem falei nada para convence-lo… foi natural pra nos dois. Acho que vou falar pros meus filhos esperarem ateh os 25 pra ver se eles desistem da ideia por si mesmos. haha.
    Se nao funcionar (e eu tiver uma menina) vou pedir sua foto ta??? Voce ofereceu, hehe

    Curtir

  2. hahahah amei este post!! Mas Helen! Como assim nunca teve barriga sarada??? Olha essa barriga da foto q vce postou, linda menina! Se isso nao eh barriga sarada, nao sei mais o que eh. haha. Olha, por muitos anos eu quis fazer tatuagem e colocar um piercing no nariz (aqueles delicadinhos). Mas meus pais tb nunca foram muito chegados. Eles nunca me proibiram, meu pai ateh deixava isso ser uma decisao minha, q se eu realmente quisesse ele apoiaria, mas sempre disseram que seria melhor esperar ateh depois dos 18 ou 21 pra sentir como seria quando fosse arrumar emprego serio, porque muitos locais na epoca nao aceitavam pessoas com piercing ou tatuagem (andou mudando bastante depois disso). Entao como uma “boa filha” eu fui deixando pra depois… mas aih, os 18 vieram, os 21 vieram, os 25, vieram, e eu perdi a vontade. E hoje eu sou grata aos meus pais por terem me convencido a esperar, porque hoje nao me vejo copm tatuagem ou piercing. Eu sou uma pessoa que enjoa muito facil das coisas depois de um tempo. Piercing ateh daria pra tirar, mas tatuagem… mesmo com lazer nao sai totalmente… entao eu hoje sou super aliviada de nao ter feito nada. Detalhe, meu marido tb era louco por tatuagem, a mae dele fez o mesmo que meus pais fizeram, ele esperou, e ao torno dos 25 tb perdeu a vontade. E eu nem falei nada para convence-lo… foi natural pra nos dois. Acho que vou falar pros meus filhos esperarem ateh os 25 pra ver se eles desistem da ideia por si mesmos. haha.
    Se nao funcionar (e eu tiver uma menina) vou pedir sua foto ta??? Voce ofereceu, hehe

    Curtir

  3. HAHhahahahah morri de rir com o post. A minha primeira tatuagem fiz escondida, quer dizer, as duas. Meus pais só viram depois de prontas. Piercing no umbigo nunca fiz pq a pança nunca foi lá essas coisas, mas tive dois um na sobrancelha e outro na boca.
    beijocas

    Curtir

  4. Tirei o meu há 6 anos e meu umbigo ficou horrível, dois furos também! Só espero que não piore, agora que estou grávida, rsrs! As pessoas ficam me pedindo foto da barriga, mas eu não mostro nem para as amigas mais íntimas, haha, foto da barriga “nua”, só mesmo de perfil 😉

    Curtir

  5. Oi Joana.
    Pois é, acho que dá mais tempo para cicatrizar e fechar o buraco se tirar antes. Uma amiga tirou uns 2-3 anos antes de engravidar e realmente, o dela não ficou tão tosco quanto o meu kkkkk
    Beijinhos e obrigada por ter passado aqui no blog!

    Curtir

  6. Acho que quem tira bastante tempo antes da barriga crescer dá mais tempo para o umbigo cicatrizar e não fica tão tosco. Uma amiga tirou o piercing dela uns 2-3 anos antes de engravidar, e mesmo já no finalzinho da gravidez dela, o umbigo estava mais bonitinho que o meu agora… Não sei se depende muito de pessoa em pessoa, mas quem sabe no seu caso, fique mais “simpático” 😉
    Beijinhos!

    Curtir

  7. hahaha morry de rir! e nunca ia imaginar que vc tinha um piercing no umbigo rs
    Eu tenho piercing na orelha, acho uói hj em dia, mas não quero tirare e ficar com um buraco ali. não sei se fecha….
    Tatoo eu ainda não tenho e to pensando se faço antes de ter um cub meu ou não. eu enjôo mt de tudo, entaõ não sei se posso ter algo assim tão definiyivo. Semc ontar que sempr eme imagino velha de 80 anos pelancuda com tatoo e acho meio esquisito rs
    bjs

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s