Estimando o peso do Cub

Ao invés de focar em coisas sérias (i.e. diâmetro de 35 cm vs buraquinho de 10 cm; o que fazer com um recém-nascido em casa; etc), as vezes prefiro gastar minhas energias com coisas triviais, assim abstraindo do resto (podem chamar isso de “empurrar com a barriga,” “varrer para debaixo do tapete,” “estado de negação”…tem vários nomes carinhosos…)

Bem, um dos assuntos bobos que tenho concentrado é o seguinte: Será que Cub tem uma quantidade de roupas suficiente para o seu tamanho, dadas as estações do ano?! 

Comprei vários bodies bem quentinhos de recém-nascido (uns 10 no total), tipo esse aqui:

Da Carter’s, feito de “flanelinha,” com zíper ao invés de botões, pq minhas amigas falaram que ninguém merece ficar lidando com botões às 4 da matina com um recém-nascido berrando…


Mas o resto é mais tamanho 0-3 meses e 3-6 meses…Aí minha dúvida: e se Cub for pequenininho e não entrar no 0-3 meses (que é a partir de 3,5kg) durante um boooom tempo? (pq, vamos combinar, dado que sou mignon e meu marido não é lá um gigante, as chances de Cub ser grande ao nascer são BEM pequenas…)

Isso me levou a pesquisar o seguinte: qual deve ser o tamanho previsto do Cub?

Não sei como funciona no Brasil, mas pelo menos aqui, a gente não faz vários ultrassons (fiz 4, sendo que o último que fiz foi o morfológico, há quase 20 semanas…e tenho amigas que farão somente o morfológico mesmo!) Os médicos preferem evitar ultrassons desnecessários por dois motivos: ainda não se sabe se ultrassons têm (ou não) algum efeito no feto (suspeita-se que não há efeito algum, mas os estudos não são conclusivos) e em segundo lugar, existe uma correlação alta entre excesso de ultrassons e intervenções, que, muitas vezes, acabam sendo desnecessárias. Claro que, se você tiver uma gestação de risco, eles fazem várias sonografias, mas esses casos são exceções à regra.

Mas voltando…pelo que tenho lido nos blogs alheios (e conversando com amigas que moram no Brasil), em terras tupiniquins, as pessoas têm uma estimativa do tamanho do feto devido aos ultrassons que são feitos. Fui pesquisar o assunto e através de alguns papers publicados em revistas médicas, descobri que as medidas feitas por ultrassom são baseadas em algoritmos que usam a informação biométrica do feto. O problema: o poder de previsão desses cálculos tem uma margem de erro relativamente grande, com o peso atual podendo ser 263-646g a mais ou a menos do peso calculado. Isso pode parecer pouco, mas é uma variação de 7,5-18% (dependendo do algoritmo utilizado), ou seja, bastante alta! (Quem quiser saber mais, recomendo Nahum e Stanislaw. 2003. “Ultrasonographic prediction of term birth weight: how accurate is it? American Journal of Obstetrics Gynecology. 188(2): 566-74). Adicionalmente, a correlação entre os pesos previstos através de ultrassons e os pesos reais não é lá uma coca-cola: apenas 0,65 (para quem não estudou estatística, quanto mais próximo de 1, mais alta a correlação…).

Bem, depois de descobrir que os ultrassons têm uma margem de erro altinha para prever peso do feto, encontrei alguns papers que calculavam o peso previsto através de equações matemáticas, utilizando somente dados maternos. Uma dessas equações, estimada por Nahum e Stanislaw, é considerada uma das melhores formas de prever o peso do feto, com uma margem de erro menor que os ultrassons (consistentemente entre 8-8,4%, ou seja, o peso real podendo ser 275-288g a mais ou menos do peso previsto/calculado!) Quem quiser ler esse paper, aqui a referência: Nahum e Stanislaw. 2002. “Validation of a birth weight prediction equation based on maternal characteristics.” Journal of Reproductive Medicine, 47(9): 752-60.

Essa é a equação (só funciona no 3o trimestre):

Peso previsto (gramas) = idade gestacional (dias) x {(9,38 + 0,264 x sexo do feto) + (0,000233 x altura da gestante (cm) x peso da gestante na semana 26 (kg)) + [4,62 x taxa de ganho de peso diário da gestante no 3o trimestre (kg/dia) x (número de gravidezes prévias +1)]}

Explicando os detalhes:

Idade gestacional é a quantidade de dias desde sua última menstruação

Sexo do feto: usar 1 se for menino, -1 se for menina, 0 se não souber

Taxa de ganho de peso diário da gestante no 3o trimestre: é só pegar duas medidas de peso no 3o trimestre, subtrair e dividir pela quantidade de dias entre as duas medidas (lembrando que 3o trimestre começa na semana 28).

No meu caso (calculando no dia 14/11/13):

Idade gestacional: 263 dias
Sexo do feto: 0
Minha altura: 156cm
Peso na semana 26: 68,0 kg (nada de ficar julgando o meu pesinho extra, ok?! 😉
Taxa de ganho de peso diário no 3o trimestre: Na semana 28, pesava 68,5. Na semana 37, estou pesando 72,4. Ou seja, ganhei 3,9 kg. Dividindo pela quantidade de dias entre as duas datas: 3,9 / 66 = 0,059 kg/dia

Peso previsto do Cub = 263 x {(9,38 + 0,264 x 0) + (0,000233 x 156 x 68) + [4,62 x 0,059 x (0+1)]} = 3188 g 

Bem, depois desse cálculo, comecei a ficar preocupada que talvez Cub não caiba nas roupas de recém-nascido que JÁ comprei…principalmente esse conjuntinho ultra-mega-fofo de Natal:

Da Carter’s também. Não é uma gracinha?!

Não falei que gosto de me estressar com coisas triviais?! 🙂 

Obs: É claro que a equação também tem algumas limitações: ela não funciona para gestantes que fumam, nem para gestantes hipertensas ou diabéticas. Outro problema é que a equação não leva em consideração diferenças raciais, já que o estudo original foi feito apenas com mulheres caucasianas.

10 comentários sobre “Estimando o peso do Cub

  1. Olha a Morena nasceu com 3210g e usou por bastante tempo as roupinhas de RN. Algumas cabiam até bem pouco tempo. Com certeza as roupinhas vão caber sim. Esse conjuntinho pro natal é fofo ao extremo. beijocas

    Curtir

  2. Olá, acabo de visitar seu blog e segui-lo. Lhe desejo foco, sucesso e força. Que conquiste muitas realizações através do mesmo. E também convido você e seus/suas leitores/leitoras a conhecer o meu blog: toobege.blogspot.com.br . Beijinhos e espero você lá também *0*

    Curtir

  3. Eu sou apaixonada por todas as roupinhas da Carters. Minha cunhada fez praticamente todo o enxoval da minha sobrinha lá e já pedi pra ela guardar tudo. Quem sabe não aproveito depois?! Queria que aqui no Brasil fizesse um frio que nos permitisse usar esses conjuntinhos fofos!

    Curtir

  4. A Sofia nao coube em nada de 0-3 meses, tivemos que comprar um monte de roupinha tamanho new born. Ainda bem que e super facil fazer comprar online, ou mandar a mae na gap. 🙂 Eu esperaria ate o cub nascer. Ja que vao ter various familiares, e voce vai estar no hospital nos primeiros dias, pode emcomendar online, ou pedir pra alguem ir comprar. Nao vale a pena ter roupa pequena se nao for usar.

    Curtir

  5. Arthur nasceu padrãozão: 50 cm e 3,310kg e usou RN da Carter's até mais ou menos 3 meses. Relaxa que cabe, sim!
    Aliás, esses tamanhos são, a meu ver, para serem considerados assim:
    RN – de 0 a 3 meses
    3 m – de 3 a 6 meses
    6 m – 6-9 meses
    So on…

    Ou seja: o número da roupa é a idade INICIAL de seu uso.
    Arthur aqui (9,8 kg) usa 9 meses, 12 meses e algo de 18 meses.
    Ah, e roupas grandes não são tão problemáticas. E o chato do macacãozinho de zíper é que você tem q abrir no peito tb, então o bb, se não estiver com um body por baixo, fica com o peito nu.
    =/
    Eu sempre preferi os de botão por conta disso. Além do q, vc não precisa fechar TODOS os botões de um RN: eles não dão duplo-twist-carpados no berço, cama ou qq outro lugar. Eu nunca abotoava todos os botões na madrugada: só os estratégicos para ele ficar vestido… eheheh

    Massss, por outro lado: um macacão de botão não fecha completamente, deixando entrar um arzinho entre um botão e outro. Então, é questão de paranoia e adaptação mesmo.
    BTW, ameeeei a vestimenta cubiana.
    <3

    Curtir

  6. Ah, e nao tendo diabetes gestacional, q joga a peso do bb nas alturas, a gráida nem precisa se preocupar com isso. Muito menos com cálculos que, como vc bem demonstrou, são meras projeções, sem certeza ou precisão.
    mais bjs

    Curtir

  7. Eu comprei apenas roupinhas que vão de 0-3 meses. No início é comum eles perderem um pouco de peso, e acho que o máximo que pode acontecer é as roupinhas ficarem um pouco folgadinhas no início. Mas às vezes olhos para as roupinhas e acho tudo tão grande! Rs

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s